ART&TUR vai realizar-se pela primeira vez no Centro de Portugal, na cidade de Leiria. Importância das produções audiovisuais na promoção turística foi aspeto destacado na apresentação.

ART&TUR – Festival Internacional de Cinema de Turismo vai realizar-se pela primeira vez no Centro de Portugal. A 11.ª edição do certame, que atrai centenas de produtores e realizadores de todo o mundo, acontecerá em Leiria, de 23 a 26 de outubro.

 

O festival foi apresentado em conferência de imprensa que decorreu esta sexta-feira, dia 12, no M|i|mo – Museu da Imagem em Movimento, em Leiria. Os anfitriões representaram as três entidades que estabeleceram uma parceria no sentido de o festival acontecer nesta cidade: Pedro Machado, Presidente do Turismo Centro de Portugal; Gonçalo Lopes, vereador da Câmara Municipal de Leiria; Francisco Dias, diretor-geral do ART&TUR.

 

O ART&TUR é um evento ímpar no panorama nacional e internacional dos festivais de cinema, já com um historial consolidado de 10 edições, todas realizadas no norte do país, nomeadamente em Barcelos, Porto e Vila Nova de Gaia.

 

A experiência de 10 anos na organização do festival permite-nos levar a marca do ART&TUR a todo o mundo“, frisou Francisco Dias, antes de sublinhar a importância do evento para a cidade que o recebe: “Os filmes exibidos no festival atraem sempre muito público local e internacional, nomeadamente as comitivas de outros países que vêm receber os prémios“.

 

O organizador explicou que, face ao volume de filmes na competição, estes serão exibidos em três ou mais salas da cidade de Leiria. O júri, proveniente de dez países, irá apreciar propostas em competição nas secções Tourfilm (produções de promoção turística, em competição nacional e internacional) e Doc (documentários e produções televisivas). Paralelamente, decorrerá a ART&TUR Factory e o ART&TUR Fórum, com workshops e outras atividades.

 

Pedro Machado considerou que a realização do festival em Leiria é extremamente positiva, por vários fatores. Um deles é o facto de se posicionar na estratégia de aposta do Turismo Centro de Portugal na captação de produções cinematográficas e televisivas para a região. “O Centro Film Comission, que criámos no ano passado, tem como objetivo captar o maior número possível de produções audiovisuais para a região. A vinda deste festival reforça ainda mais essa aposta“, salientou, destacando uma novidade na edição deste ano do festival: o ART&TUR Factory. Esta é uma iniciativa que vai trazer à região de Leiria realizadores 10 dias antes do festival para, nesse período, filmarem e produzirem pequenos filmes que serão exibidos no certame. “Lançámos aos realizadores o desafio de virem filmar à região. É mais uma forma de valorizar o território, com 10 olhares diferentes. O resultado final será um ativo importantíssimo para o Turismo do Centro e permitirá levar mais longe o nome da região“, elogiou.

 

Também fundamental é o facto os filmes promocionais, ao participarem e serem premiados no ART&TUR, verem as suas visualizações serem amplificadas. “O filme do Centro de Portugal ‘Destino Preferido da APAVT’ começou a sua trajetória no ART&TUR, onde venceu o prémio máximo. Seguiu-se a participação em vários festivais de cinema de turismo internacionais, tendo arrecadado um total de 11 prémios e terminado o ano como o terceiro filme de turismo mais premiado. O aumento da visibilidade da região foi evidente. Um festival como este é mais que um evento: é assumirmos que o eixo audiovisual é estratégico para a divulgação turística“, recordou.

 

Gonçalo Lopes lembrou que “este é o maior evento cinematográfico jamais realizado no concelho de Leiria“. “Tenho grandes expetativas em relação à qualidade das propostas que vão integrar a competição, uma vez que o audiovisual é uma área cada vez mais interessante em Portugal“, enalteceu.