Um jovem de 29 anos, residente na Figueira da Foz, foi  condenado pelo tribunal de Coimbra a 11 anos de prisão pelo homicídio de um tio, de 56 anos, no verão de 2017.

O arguido estava acusado de homicídio qualificado, mas o tribunal acabou por alterar a qualificação do crime para homicídio simples (cuja moldura penal varia entre os 08 e 16 anos de prisão), condenando o jovem a 11 anos de cadeia.

Fonte:Agência Lusa