O fogo, que deflagrou esta tarde na mata florestal de Quiaios, obrigou à presença de 11 meios aéreos.

Segundo a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), o alerta foi dado às 15h15 e, hora e meia depois, estava a ser combatido por 235 operacionais, apoiados por 58 viaturas, além dos 11 meios aéreos.

As chamas ficaram controladas por volta das 17h45, altura em que se encontravam no local 254 bombeiros, 64 veículos e 10 meios aéreos.

Devido a este incêndio, a barra do porto da Figueira da Foz foi encerrada à navegação para permitir que os meios aéreos envolvidos no combate ao fogo pudessem abastecer de água no estuário do Mondego.

O incêndio lavrou numa área florestal próxima do centro hípico de Quiaios, vulgarmente conhecida por mata florestal de Quiaios.