A Magenta – Associação dos Artistas pela Arte foi declarada entidade de utilidade pública pelo Governo. Os fundamentos desta decisão foram publicados na passada quinta-feira em Diário da República, com o despacho favorável (n.º 4023/2017) a ser feito pelo Gabinete da Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa.

Com sede em Buarcos, a Magenta “vem desenvolvendo, desde 2003, relevantes atividades de interesse geral no âmbito da cultura, através da promoção e divulgação de diversas atividades artísticas, em particular das artes plásticas”.

“Para além das exposições que promove, com a correspondente divulgação da obra de muitos artistas nacionais e estrangeiros, a Magenta – Associação dos Artistas pela Arte dedica-se a fomentar o gosto pelas artes plásticas, através do ensino da pintura e da participação e organização de eventos destinados a levar o gosto pelas artes plásticas à população em geral e, em especial, à população escolar”, refere o despacho, que lembra ainda o facto da Câmara Municipal da Figueira da Foz e dos serviços dependentes do Ministro da Cultura atestarem “o mérito da sua intervenção cultural enquanto polo dinamizador de ações de âmbito artístico e sociocultural”.