diabetes

Esta segunda-feira comemora-se o Dia Mundial da Diabetes.

Na Figueira da Foz, a data é comemorada com um rastreio de Retinopatia Diabética e Avaliação de Risco da Diabetes Tipo 2 entre as 09h00 e as 12h00 na entrada principal do Hospital Distrital da Figueira da Foz.

À noite, a Torre do relógio ilumina-se de cor azul para assinalar esta data.

Apesar do principal evento ter lugar neste dia, a programação no concelho dura até ao dia 29 de novembro. Já esta terça-feira, por exemplo, é feita a apresentação do “Projeto Saúde Sénior – Prevenção e Controlo da Diabetes” aos dirigentes das Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS) do concelho.

O objetivo destas comemorações é sensibilizar para a preocupação com o aumento exponencial da diabetes e para a ameaça que constitui para a saúde.

Em 2016, o foco é “O Olho na Diabetes”, alertando para a importância do diagnóstico precoce da retinopatia diabética, uma das possíveis complicações da diabetes, que pode levar à cegueira.

Mais de 415 milhões de pessoas vivem atualmente com diabetes. Em cada dois adultos com diabetes, um não está diagnosticado, sendo o rastreio da Diabetes tipo 2 importante para assegurar o diagnóstico e o tratamento precoces, reduzindo o risco de complicações graves. Um diagnóstico precoce e tratamento atempado da retinopatia diabética pode prevenir a perda de visão, devendo o rastreio à retinopatia diabética fazer parte dos cuidados da diabetes.