apresentação figueira doce figueira

Brisas da Figueira, Penhascos, Sardinhas, Flores de Sal, Travesseiros do Bispo, Salicórnias, Figueirinhas, Enguias Doces e Figos.

Os nomes até podem iludir, mas o sabor não engana: mais do que doces, são pedaços açucarados da história da Figueira da Foz.

Elaborados com ingredientes locais e confecionados com amor à tradição, os doces que prometem deixar todos com água na boca na iniciativa “Figueira Doce Figueira” foram a resposta a um desafio lançado pela Associação Figueira com Sabor a Mar aos pasteleiros do concelho.

Hoje, no foyer do Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz, Isabel Brites, presidente da associação, aproveitou a conferência de imprensa para convidar à participação de todos no evento que, no dia 25 de setembro, entre as 12h00 e as 20h00, vai permitir degustar – e, querendo, adquirir – todos estes doces, a que se juntarão algumas das mais doces memórias das idas à praia de outros tempos – Bolacha Americana, Bolas de Berlim, Cornucópias, Almofadas e Pastéis de Nata – num espaço batizado, bem a propósito, de “Cantinho da Praia”.

“Vamos procurar dar a conhecer alguns doces genuinamente nossos, da Figueira, alguns renascidos e outros que são fruto do trabalho e da magia dos pasteleiros seus criadores”, sublinhou a responsável, lembrando que a tarde, que conta ainda com momentos musicais a cargo do pianista Mário Moita, será ainda palco da escolha do Doce do Ano.

O vice-presidente da Câmara da Figueira da Foz, António Tavares, saudou a iniciativa, lembrando que “estes doces, que são gastronomia, são turismo e são cultura, estão muitas vezes guardados no segredo das famílias”, sendo importante recuperá-los para o domínio público. “Para além de tudo, e porque os olhos também comem, têm realmente um aspeto apetecível”, concluiu.

O presidente da Assembleia Municipal, José Duarte, também se congratulou por esta iniciativa que nasce “da vontade das pessoas de fazerem mais e melhor o seu trabalho», lembrando que «é à mesa que se fazem os bons amigos”. E se na mesa estiverem doces da Figueira, “o sucesso está garantido”.