Portucel Soporcel

A The Navigator Company (atual denominação das empresas Portucel Soporcel) obteve no período entre janeiro e junho deste ano um resultado líquido de 85,46 milhões de euros.

A queda de 15% nos resultados líquidos, em comparação com período homólogo, verificou-se num contexto de subida do nível de vendas e de decréscimo do volume de negócios.

Entre janeiro e junho, o volume de negócios da Navigator totalizou 778,6 milhões de euros – uma quebra de 2,1% em relação ao primeiro semestre de 2015 – devido à redução do valor de vendas na área de energia, resultante nomeadamente da revisão da tarifa de venda à rede na central de cogeração da Figueira da Foz.

Em comunicado entregue na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, a Navigator destaca o nível de vendas atingido, 775,5 mil toneladas, “o valor mais elevado registado num primeiro semestre, apresentando um crescimento de 3,7% face ao volume registado no primeiro semestre de 2015”.

Segundo esta informação, o grupo aumentou as suas vendas na Europa, tendo também apresentado um aumento importante nas vendas para os mercados internacionais. O índice de preços para a Europa A4 copy-B evoluiu favoravelmente (+2,3%), tendo o preço médio da Navigator para todos os mercados apresentado uma ligeira erosão devido essencialmente a impactos cambiais, nomeadamente da libra, e a uma evolução desfavorável no mix de produtos vendidos.

A empresa explica que o primeiro semestre revelou-se mais difícil no negócio de pasta branqueada de eucalipto (BEKP), “já que esta apresenta, desde o final de 2015, uma tendência decrescente nos preços de venda”.

Ainda assim, a Navigator registou “um bom desempenho operacional, no volume de pasta colocado no mercado, verificando um aumento nas suas vendas de cerca de 10% em resultado da maior capacidade disponível de pasta para mercado proveniente do aumento de capacidade da fábrica de Cacia”.