Foto AMN

Foto AMN

A Autoridade Marítima Nacional (AMN) anunciou hoje a apreensão, na Figueira da Foz, de várias armadilhas de pesca “colocadas de forma ilegal por desconhecidos durante a noite, em viveiros naturais na zona da Gala [margem sul do rio Mondego], à revelia dos respetivos proprietários”.

As artes de pesca apreendidas, denominadas “nasas”, possuem pequena malhagem que permite capturar pequenos camarões e diversos peixes imaturos, “sendo considerada uma arte predadora e destruidora de grande parte do pescado existente nesses viveiros, não permitindo o desenvolvimento dessas espécies”.

A operação da Polícia Marítima decorreu na terça-feira e, face à situação descrita, a AMN afirma que os operacionais irão “intensificar passagens noturnas” naqueles locais, no âmbito das suas competências de fiscalização.