fusing

O Fusing Culture Experience não vai regressar à Figueira da Foz este ano.

Em comunicado, a organização afirma que “apesar dos (…) esforços, não será possível a realização do Fusing com a qualidade que acreditamos que o nosso público merece”.

Contudo, uma fonte da organização afirmou ao sítio Blasting News que o festival vai voltar à região Centro já no próximo ano.

A primeira edição ocorreu em agosto de 2013, recebendo no ano de estreia 19.632 pessoas. Ao todo, foram ouvidos 52 concertos distribuídos por três palcos diferentes: Fusing, Experience e Música Portuguesa a Gostar Dela Própria (Casino Figueira). O objetivo do festival era juntar, num só espaço, música, arte, desporto e gastronomia.

O sucesso da edição de 2013 valeu a nomeação em 3 categorias do Portugal Festival Awards: Melhor Festival de Pequena Dimensão, Melhor Festival Urbano e Contribuição para a Inovação em Produção (prémio atribuído pelo júri). Como grande conquista, a organização orgulha-se de dizer que bateu, com 500 participantes, o record do Guinness do Maior Workshop de Culinária do Mundo.

Em 2014, o Fusing foi remodelado. Perdeu um dia, perdeu o palco no Casino Figueira mas recebeu novos espaços e mais nomes no cartaz que são bem conhecidos do público.

Na segunda edição surgiu a Surf Village, um espaço inteiramente dedicado ao desporto e que se instalou na praia exclusiva do festival, e o Cooking Lounge Pingo Doce, virado para o lado gastronómico do evento.

Nos três dias passaram, pelo recinto, cerca de 20 mil pessoas durante as 40 horas de evento. Em números, o festival contou com 42 concertos, 13 workshops e showcookings de gastronomia, mais de 200 aulas gratuitas na Surf Village, entre tantos outros.

Fonte: pt.blastingnews.com